Acompanhamento Vocacional


Você está em - Home - Vocacional - Acompanhamento Vocacional

“O próprio Espírito de Cristo suscita missionários na Igreja. Às mais das vezes serve-se de contatos e relacionamentos, que se estabelecem entre as pessoas, para levar o convite de Cristo a seus apóstolos”. (Const. 80 Art. 2º)

 

O jovem candidato à Vida Religiosa Consagrada na Congregação do Santíssimo Redentor (Redentoristas) é convidado a participar de um processo de discernimento vocacional, tendo a oportunidade de compreender o que Deus fala em seu coração. Em um período variável (ao menos 12 meses) a unidade faz o acompanhamento para assim iniciar uma experiência formativa.

Na Província Redentorista de Porto Alegre os candidatos são acompanhados pelos promotores vocacionais (Norte e Sul), dependendo de onde residem. Após preencher a ficha institucional em nosso site, serão contatados pelo Missionário Redentorista responsável pela região/estado. Os passos seguintes seguem com a troca de e-mails sobre as manifestações que levaram a procurar a congregação, seguindo com visitas domiciliares, diálogo com a família, participação nos encontros vocacionais e semana estágio-convivência.

É um tempo favorável para que o vocacionado tenha intensos diálogos, podendo voltar-se para a oração pessoal e fazendo para si mesmo vários questionamentos diante do caminho que está pretendendo fazer. Cabe ao promotor avaliar o candidato a partir das fases mencionadas anteriormente, dando-lhe o retorno sobre a caminhada que vem realizando.

Cada jovem apresenta sua história de vida, seu contexto familiar e sua formação educacional, por isso tem uma atenção particular que garante por primeiro o entendimento consigo e com os irmãos.

Como discernir?

Para que o jovem inicie a caminhada é preciso ter sinais do chamado em sua vida. Mas, é ao longo do processo junto da congregação que vai certificando sua opção por meio da oração, tendo ainda as dinâmicas que possibilitam aprofundar o carisma e a espiritualidade redentorista.

Em seus momentos pessoais de oração, medite alguns textos bíblicos que auxiliam no aprofundamento da vocação enquanto chamado de Deus.

Leia: Jr 1,4-10; Jr 20,7-9; Lc 1, 26-38; Ex 3,1-12; Dt 34, 10-32; Rm 8, 1-17; Gl 4, 1-11; Gn 12, 1-4.

Pretendo ser Padre ou Irmão Redentorista, como devo fazer?

Preencha a ficha institucional em nosso site e aguarde o primeiro contato telefônico ou por e-mail de nosso promotor vocacional responsável da área onde reside. A partir daí haverá o convite para nossos encontros vocacionais, onde há possibilidade de diálogo e aprofundamento.

Durante quanto tempo é realizado o acompanhamento vocacional?

Depende de cada candidato. O acompanhamento busca o discernimento do jovem, o que depende de seu tempo particular, da sua caminhada pastoral e familiar. Portanto, não existe um tempo exato para todos. A unidade prioriza que seja por um período mínimo de 12 meses.

Qual a formação necessária para ingressar em um seminário Redentorista?

Nossa unidade acolhe jovens a partir da conclusão do 3º ano do ensino médio, iniciando assim na etapa do propedêutico. A idade mínima é de 18 anos. Outros casos são analisados pela Equipe de Promoção e Animação Vocacional.

Quais são as etapas de formação para tornar-se um Missionário Redentorista?

O processo formativo para Padres é previsto para um período total de 10 anos, composto pelo propedêutico, postulantado, noviciado, juniorado e ano pastoral. No caso dos Irmãos é para um período de 4 anos, podendo ser estendido dependendo da área de atuação no qual implique a formação especifica.

Moro em uma cidade que não fica nos Estados do Pará, Amapá, Santa Catarina ou Rio Grande do Sul, posso ingressar na Congregação Redentorista?

Sim. Nossos promotores vocacionais irão encaminhar você para o responsável do acompanhamento na sua região, que possivelmente pertence a outra Unidade Redentorista (Província ou Vice-Província), sendo que no Brasil estamos em quase todos os Estados.

Quais são as Unidades Redentoristas do Brasil?

A atual organização da Congregação Redentorista no Brasil conta com 9 unidades, também chamadas de Províncias e Vice-Províncias, sendo elas:

Província de São Paulo (Estado de São Paulo)

Província do Rio de Janeiro (Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo)

Província de Goiás (Estados de Goiás, Tocantins e Mato Grosso e o Distrito Federal)

Província de Porto Alegre (Estados do Amapá, Pará, Rio Grande do Sul e Santa Catarina)

Província de Campo Grande (Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul)

Vice-Província de Manaus (Estados do Acre e Amazonas)

Vice-Província de Fortaleza (Estados do Ceará, Maranhão e Piauí)

Vice-Província da Bahia (Estado da Bahia)

Vice-Província de Recife (Estados de Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Rio Grande do Norte)