Etapas Formativas


Você está em - Home - Etapas de Formação - Etapas Formativas

O Processo de Formação do Missionário Redentorista

A Província Redentorista de Porto Alegre que compreende os Estados do Amapá, Pará, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, atendendo as orientações das constituições e estatutos da Congregação do Santíssimo Redentor mantém o seguinte processo formativo para jovens candidatos à Vida Religiosa Consagrada.

Etapa 1

Discernimento Vocacional

É o período de conhecimento inicial do carisma e da espiritualidade da congregação, tendo como testemunho os santos e beatos redentoristas. São utilizadas várias metodologias para desafiar o candidato a compreender sua vocação e reconhecer os sinais do chamado de Deus em sua vida. São realizados encontros vocacionais no norte e sul para diálogo com os jovens, além de visitas domiciliares, estágios e convivências com os promotores vocacionais.

Etapa 2

Propedêutico

É considerada a primeira etapa de convivência no âmbito de uma casa de formação. Uma oportunidade de conhecer o jeito de Ser Redentorista, a proposta da vida comunitária e aguçar nos jovens candidatos as motivações para a vida religiosa. Neste período se aprofundam estudos de relações interpessoais, ação pastoral junto das famílias nas comunidades, formação espiritual e a preparação para os estudos acadêmicos (Pré-Vestibular) na Faculdade Católica de Belém – Regional Norte II CNBB.

Em nossa unidade esta etapa é realizada em Belém, capital do Estado do Pará, no Seminário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizado no bairro do Telégrafo. O atual formador é o padre Arnaldo Sodré Martins, tendo como ecônomo o padre Hélio Bosse.

Etapa 3

Postulantado

Inicia o período acadêmico dos formandos. Ao longo de três anos os jovens cursam a graduação em Filosofia na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e residem no Centro de Estudos Santo Afonso (Comunidade do Postulantado), localizado no bairro Partenon em Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul. Em cada semestre vão aprofundando a visão de mundo, conhecimentos históricos, lógica e bases essenciais para a compreensão das atividades futuras.

No âmbito interno, passam a conhecer melhor a estrutura provincial, a vida e obra dos Santos Redentoristas, introduzem a Teologia Moral de Santo Afonso e são desafiados a construção de uma caminhada sólida na congregação. O atual formador é o padre Claudiberto Fagundes, tendo como membro da comunidade o padre Pedrinho Guareschi.

Etapa 4

Pré-Noviciado

Com as devidas aprovações da equipe formativa, os candidatos que chegam ao início do terceiro ano do curso de filosofia são introduzidos a um processo preparativo para o noviciado. Apesar de residirem no postulantado, voltam-se com dedicação para as leituras e reflexões de temas que serão abordados no ano seguinte.

Etapa 5

Noviciado

A União dos Redentoristas do Brasil (URB) realiza esta etapa de forma interprovincial, ou seja, reúnem-se os candidatos de todas as províncias e vices. As duas casas de noviciado da Congregação Redentorista ficam nas cidades de Tietê (SP) e Goiânia (GO), tendo como mestres os padres Marcelo Araújo, da província de São Paulo e Fábio Bento da Costa, da província de Goiás.

Num período de 12 meses, conforme prevê o direito canônico, os candidatos a Vida Religiosa confirmam o chamado, fazem um aprofundamento do carisma e examinam se há confirmação do chamado. Ao final deste período fazem a profissão religiosa, passando a ser membros da congregação, emitindo publicamente os votos de pobreza, obediência e castidade.

Etapa 6

Juniorado

Após a profissão religiosa os jovens passam a integrar uma comunidade de Junioristas, sendo a primeira experiência enquanto religiosos. Num período de quatro anos cursam a graduação em Teologia, tendo forte atividade pastoral junto das comunidades e novas experiências da missão Redentorista.

A Província de Porto Alegre realiza esta etapa interprovincial com a Província de Campo Grande. Atualmente os fratres estudam na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, na cidade de Londrina (PR), residindo no Seminário São Clemente.

Etapa 7

Ano Pastoral

A partir das novas orientações para a formação apresentadas pelo Governo Geral por meio dos organismos institucionais, fica estabelecido o “ano pastoral” num intervalo entre a conclusão da teologia e a profissão perpétua. É um tempo de transição que prepara para a ordenação sacerdotal, no caso dos clérigos, proporcionando residir em uma comunidade paroquial na própria unidade ou em outra, podendo ser também internacional.

É um tempo de enriquecimento da experiência do formando que está prestes a ser ordenado diácono. O acompanhamento formativo é feito pelo superior da comunidade religiosa em que o formando for residir.

Candidatos a Irmão Redentorista

Os jovens que sentem a motivação e o chamado para ser religioso Irmão Redentorista passam por um processo formativo específico. Num primeiro momento passam pelo propedêutico juntamente com os demais.

No ano seguinte, são enviados para o Seminário São Geraldo Magela em Socorocaba (SP), também conhecido por “Geraldinato” em referência a São Geraldo que foi Irmão. A casa onde passam um período de dois a três anos, pertence a Província de São Paulo e conta com um programa formativo próprio para esta vocação. Atualmente o formador é o padre Domingos Sávio.

Após esta caminhada vem o noviciado, juntamente com candidatos a clérigos. A partir da profissão religiosa são inseridos já nas comunidades para a atividade pastoral. Caso haja interesse da província em alguma área específica, este Irmão irá especializar-se em determinada área do conhecimento (exemplo nas áreas de saúde, missão, educação).

Importante

As etapas formativas são regidas pelo Governo Provincial podendo ser modificadas em qualquer tempo, dependendo da necessidade pastoral da unidade. Os locais de estudos também podem alterar, dependendo do processo de reestruturação que a congregação vive no país.

Para outras informações, fale com nossos promotores vocacionais.