Encerrou na última sexta-feira, 23, em Ananindeua (PA) a 1ª Assembleia Extraordinária do Governo Geral


Você está em - Home - Notícias - Encerrou na última sexta-feira, 23, em Ananindeua (PA) a 1ª Assembleia Extraordinária do Governo Geral

Redentoristas da Amazônia participam de Assembleia do Governo Geral no Brasil

70 Missionários Redentoristas e Leigos participaram da Assembleia Extraordinária no Pará

Encerrou na última sexta-feira, 23, em Ananindeua (PA) a 1ª Assembleia Extraordinária do Governo Geral da Congregação do Santíssimo Redentor (CSsR) no Brasil, tendo como proposta reunir todos os confrades para refletir sobre as decisões aprovadas no 25º Capitulo Geral, com maior aprofundamento da reestruturação e reconfiguração das províncias e vice-províncias. Esta foi a primeira de seis que devem ocorrer até o mês de maio de 2018.

Durante uma semana, 70 membros professos da congregação pertencentes as províncias de Porto Alegre, São Paulo e Campo Grande, e das vice-províncias de Manaus, Fortaleza e Bahia, debateram as propostas para melhor vivência do carisma a nível de conferência, respondendo as decisões finais que devem ser executadas no atual sexênio. A ênfase foi para a diversidade da Região Amazônica, com seus desafios e frentes missionárias que garantem autenticamente a vivência fundante da proposta afonsiana. A assembleia também contou com a participação de 6 Leigos Redentoristas, vindos de Belém e Manaus.

Com trabalhos em grupos, os participantes apresentaram suas realidades em municípios do Amazonas, Acre, Pará, Amapá, Maranhão e na missão brasileira do Suriname. Uma realidade de presença da Igreja envolvida diretamente com os mais pobres e abandonados. O coordenador da Rede Eclesial Pan-Amazônica, organismo instituído pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Irmão Guttemberg (Marista), participou em um dos momentos da assembleia para mostrar a necessidade de integração dos organismos católicos com atuação nos países da Pan-Amazônia para a defesa e valorização dos recursos naturais.

A coordenação dos trabalhos foi do conselheiro geral, padre Rogério Gomes, e do presidente da Conferência da América Latina e Caribe (CALeC), padre Marcelo Araújo, tendo presença do Superior Provincial de Porto Alegre e presidente da União dos Redentoristas do Brasil (URB), padre Edézio Borges, e do Vice-Provincial de Manaus, padre Ronaldo Mendonça.

Segundo o conselheiro geral, padre Rogério Gomes, os encontros neste ano buscam apresentar os caminhos para a reestruturação, mostrando as etapas definidas pelo Governo Geral e ouvindo o que pensam os confrades de todo o país sobre este processo, visando aprimorar os debates sobre as diversas realidades vivenciadas.

“É importante compreender que a reestruturação é uma decisão tomada e que será executada, mas que não reduz tudo a questões geográficas em nossas províncias, isso é apenas um passo que chamamos de reconfiguração. O processo todo começa pela compreensão dos sinais dos tempos e a necessidade de atualizar nossas frentes de trabalho a partir da missão, voltar ao amor fundante da congregação”, disse padre Rogério Gomes.

As decisões aprovadas no último capítulo foram apresentadas, como o Projeto Missionário Comum, a colaboração entre unidades e comunidades, Igrejas Redentoristas e sua pastoral, o diálogo entre missionários e teólogos, o cuidado com a casa comum, os meios e a evangelização, além da prioridade para atuação na África e Madagascar. Eram nos grupos que os membros das unidades brasileiras mostravam sua realidade, limites e implicações.

PROGRAMAÇÃO

Padres, Irmãos, Fratres e Leigos Redentoristas da Província de Porto Alegre que participaram da Assembleia

A programação iniciou com uma apresentação geral do 25º Capítulo Geral, realizado em três fases pela primeira vez, sendo a canônica em Pattaya (Tailândia). O conselheiro geral, padre Rogério Gomes, fez um resumo do caminho feito pelos delegados e vogais até chegarem na aprovação dos postulados e elaboração do documento final com as decisões e prioridades.

Animados pelas Canções Redentoristas e Músicas de Missões Populares, os participantes se apresentaram e contaram um pouco de sua caminhada de vida. Foi uma profunda troca de experiências de várias gerações. O destaque para os três participantes mais antigos, padre Dionísio Rockenbach (Porto Alegre), padre Miguel Tomas (último dos americanos vindos dos Estados Unidos que pertence a VP Manaus) e padre Leocárpio Soares (Vice-Província de Manaus).

Um retiro, no segundo dia de evento, exigiu uma concentração profunda do grupo, mergulhando no tema do sexênio “Testemunhas do Redentor, solidários para a missão num mundo ferido”. Orações, palestras, tempo de silêncio e meditação. As celebrações eucarísticas e momentos de oração foram realizadas todos os dias, com responsabilidade das unidades presentes, Juventude Missionária Redentorista e Junioristas.

O presidente da Conferência da América Latina e Caribe, padre Marcelo Araújo, foi o responsável em fazer a abordagem sobre a formação neste processo de reestruturação, a construção do Plano Apostólico e a Reconfiguração da Congregação Redentorista no Brasil. Foi base da exposição a constituição 96, “chamados a olhar os sinais dos tempos”.

“É preciso ter presente ainda as constituições 40 e 41, com o princípio da flexibilidade, que mostram a necessidade de ter a comunidade voltada para a missão. Portanto, precisamos nos abrir para este passo olhando para além da nossa comunidade, da nossa província e do Brasil. É construir um olhar para o mundo e enxergar onde precisamos nos reorganizar”, disse padre Marcelo.

Foram apresentados os princípios da reestruturação e da solidariedade, convidando a todos para uma análise desde o ato de perdoar confrades à sua disponibilidade em servir, indo além do território confortável em que vivem.

Nos dois últimos dias, a reflexão pautou-se na Reconfiguração. Os números atuais da congregação foram mostrados por província no Brasil, incluindo todos os religiosos e junioristas que somam 4 mil 906 no mundo, neste início de 2018.

PROPOSTAS

REPAM foi apresentada aos Redentoristas que trabalham em Estados da Amazônia

O trabalho nos grupos visou a apresentação de propostas concretas da Assembleia Norte para juntar as demais assembleias que serão avaliadas, votadas e aprovadas em agosto, na Assembleia da Conferência da América Latina e Caribe, que será realizada em Trindade (GO). O Plano de Reestruturação irá definir prazos e processos para execução das propostas.

A assembleia de Belém do Pará, com oito grupos de trabalho, refletiu sobre valores não negociáveis da congregação, o retorno para o carisma fundante e analisou aspectos emergentes para a formação, além de sugestões para a redefinição das Unidades Redentoristas.

O destaque foi para a proposta unânime de criação da Província da Amazônia, configurando-se com a estados brasileiros e países da Pan-Amazônia.

Segundo o superior provincial de Manaus, padre Ronaldo Mendonça, estas propostas mostram o anseio da região em crescer com a missão e viver o carisma Redentorista com a estrutura maior junto destes Estados. “A vinda de praticamente toda nossa Vice-Província, somos 34 membros presentes, é significativa e mostra nosso desejo de fazer valer após estes 75 anos de presença na Amazônia a criação de uma frente que valorize mais esta realidade geográfica”.

ENCERRAMENTO

Padre Rogério Gomes e muitos membros das várias unidades agradeceram a acolhida e preparação da Assembleia feita pela Província de Porto Alegre através dos Missionários Redentoristas que trabalham em Belém (PA). “Agradeço a todos vocês que participaram, aos provinciais que muito nos ajudaram e assim vamos construindo nossa história”, finalizou o conselheiro.

A celebração eucarística de encerramento foi presidida pelo padre Marcelo Araújo, concelebrada pelos padres provinciais, Edézio Borges e Ronaldo Mendonça. O ponto alto foi a renovação dos votos religiosos, com uma reflexão sobre a importância de abrir-se para o novo e para um tempo de crescimento.

“Um dos objetivos deste encontro é fazer com que a gente se conheça. Aqui então vimos isto acontecer, um clima de fraternidade. Outro fator foi o ambiente de simplicidade, e um dos nossos pedidos e exatamente rever este espírito. Então, acredito que atendemos nosso objetivo de o capítulo geral chegar a todos, daí vem a corresponsabilidade de todos com o conhecimento pleno das decisões e sua execução”, destacou padre Marcelo Araújo.

No sábado, 24, a noite foi realizada a Ordenação Sacerdotal de Ênio Renan, da Vice-Província de Manaus, no Santuário Nossa Senhora Mãe do Perpétuo Socorro em Belém (PA), presidida pelo Bispo Redentorista, Dom Zenildo Pereira, da Prelazia de Borba (AM).

A próxima assembleia começa hoje, 26, em Lagoa Seca, no Estado da Paraíba, para membros das Unidades do Nordeste.

 

Fr. Genildo Júnior, C.Ss.R.
Secretariado de Comunicação Provincial
Província de Porto Alegre